Visite o SPIN

SPIN01 SPIN02 SPIN03 SPIN04 SPIN05 SPIN06 SPIN07
SPIN08 SPIN09 SPIN10 SPIN11 SPIN12 SPIN13 SPIN14
SPIN15 SPIN16 SPIN17 SPIN18 SPIN19 SPIN20 SPIN21
SPIN22 SPIN23 SPIN24 SPIN25 SPIN26 SPIN27 SPIN28
SPIN29 SPIN30 SPIN31 SPIN32 SPIN33 SPIN34 SPIN35
SPIN36 SPIN37 SPIN38 SPIN39 SPIN40 SPIN41 SPIN42
SPIN43 SPIN44 SPIN45 SPIN46 SPIN47 SPIN48 SPIN49
SPIN50 SPIN51 SPIN52 SPIN53 SPIN54 SPIN55 SPIN56
SPIN57 SPIN58 SPIN59 SPIN60 SPIN61 SPIN62 SPIN63

SPIN64 SPIN65 SPIN66 SPIN67 SPIN68 SPIN69 SPIN70
SPIN71 SPIN72 SPIN73 SPIN74

quarta-feira, 22 de janeiro de 2014

Olha a Morte!


E após cansar-me de falar olhar ser a vida caí no sonho, ops sono, ah tanto faz
E sonhei olhei fui a morte
Eu não, ele... melhor assim por uma questão de liberdade
Ele encontrava-se num forró, tudo muito cheio
E saiu e deparou-se com um grande salão vazio 
E foi só colocar os pés no chão viu jovens vindo correndo em sua direção
E não entendeu o que estava ocorrendo
E em seguida ouviu tiros
Balas foram disparadas
Não balas vivificantes feitas de doce para o anjo Gabriel mas balas mortíferas apocalipticas infernais
E o jovem tombou
E o salão do bode estava vazio
Antônio Pinheiro, olha a Morte!
E o enorme salão, sem qualquer porta janela estava fechada
Mas a porta de entrada estava aberta para receber a juventude que fugia da Morte
E não perceberam a porta aberta
E morreram
Aliás, nem sei....,..
Que espaço vazio era aquele onde encontrava-me
Não sei
Ah sim, agora sei: A contradição
Aquilo que precisa ser traduzido para ser sanado curado salvo
E nós precisamos é de tradução e não de repressão

Grato,
Spin D

P.S. - Não sei pq essa imagem já desapareceu umas 3 vezes do poste, não sei o que está ocorrendo, parece que a Morte não está querendo ser traduzida imitada vista notada, mas fiquem de olho nela mas não a enterrem pois que a vida é bela por causa da morte e do direito à inexistência quando assim o compreendermos e não a vida eterna obrigatória tipo querer morrer e não ter direito à Morte

Nenhum comentário: